sábado, 1 de agosto de 2015

Dá-me os teus olhos...




Dá-me teus olhos quero ver
Dá-me tuas palavras, quero falar
Dá-me teu parecer

Dá-me teus pés, eu quero ir
Dá-me teus desejos, para sentir
Dá-me teu parecer

 Dá-me o que necessito
Para ser como tu

 
Dá-me tua voz, dai-me teu fôlego
Toma meu tempo é para ti
Dá-me o caminho que devo seguir
Dá-me teus sonhos, teus desejos
teus pensamentos, teu sentir
Dá-me tua vida para viver

 Deixa-me ver o que tu vês
Dá-me da tua graça, teu poder
Dá-me teu coração

Deixa-me ver em teu interior
Para ser mudado por teu amor
Dá-me teu coração



segunda-feira, 27 de julho de 2015

 
Marque já na sua agenda...
Em breve mais informações
 


sexta-feira, 17 de julho de 2015



Missão Shemá de 9 a 12 de julho, em Albernoa

À descoberta da infinitude do amor de Deus em nós e por nós…

Num mundo sedento de amor, trinta jovens, uma criança de cinco anos e os Irmãozinhos S. Francisco de Assis, partiram rumo a Albernoa no desafio de descobrir a essência do amor, escondida nas pessoas mais fragilizadas e desvalorizadas na sociedade de hoje em dia, os chamados “velhos”, “os farrapos”, aqueles que parecem já nada dar para a evolução da sociedade…que engano, que erro crasso, que olhar invertido sobre o mundo em que vivemos, que pobreza interior em que ficamos, quando nos esquecemos que aqueles homens enfraquecidos e aquelas mulheres envelhecidas, foram braços fortes e corações corajosos que ajudaram a construir o chão em que hoje muitos de nós andamos…durante cinco dias, todos, sem exceção, tivemos a graça de acariciar rostos enrugados pelas suas historias de alegrias e tristezas, de ganhos e perdas…como recompensa tivemos os privilegio de aumentar as enciclopédias das nossas vidas, com páginas de muitas destas vidas, tivemos a honra de rir e chorar junto deles, de os alimentar, relembrando como muitos avozinhos nos acolheram e alimentaram e cuidaram enquanto crianças, dançamos e cantamos para eles e com eles, tornando assim estreita as nossas diferenças de idades…como foi importante olharmos para aqueles idosos e refletirmos sobre os nossos pais, avos e até mesmo sobre o nosso dia de amanhã…
Partimos com uma ideia de dar amor a tantos idosos e voltamos preenchidos com a certeza que recebemos tanto mais do que levamos…

Durante estes cinco maravilhosos dias tivemos também brilhos de muitas crianças a iluminar o nosso dia, crianças simples, alegres, simpáticas, divertidas, mas o mais importante e fascinante, crianças sedentas de Jesus…como foi esplendido reconhecer Jesus no gesto de cada criança…

Muitas palavras escritas, tornar-se-iam apenas uma gota, para expressar a imensidão de amor que se fez sentir em Albernoa, entre os dias 9 a 12 de julho de 2015…o amor não se esgotou, não está escasso, ele permanece vivo, forte e capaz de transformar vidas, mas é preciso estar atentos, largar egoísmos, amarras, solidões e partir…partir em direção ao outro, numa tentativa de lhe levar um pouco do nosso melhor…basta esse pequeno gesto e ganhamos nesse momento o melhor do outro…e assim se constrói o amor, assim se destroem barreira, assim encontramos a imensidão do amor de Deus em nós e por nós…
                                                                                                      Jovens Shemá- Vera Roque

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Semana Shemá - A Alegria do dar

Teresa
Para mim, esta missão foi das experiências mais enriquecedoras que alguma vez vivi, superou todas as minhas expetativas. Encontrei amor, felicidade, carinho e uma vontade enorme de ajudar o próximo !
Posso dizer que me senti em família. Obrigada :)
 Maria
" Esta foi a minha primeira missão e foi das melhores coisas que eu já vivi até hoje.
Aprendi coisas novas , conheci pessoas fantásticas e trouxe comigo muita alegria e paz." 
 Nádia Canotilho
Ao longo de 4 dias Jesus fez-se presente no coração, na face e no corpo de cada um de nós. 
Com a ajuda dos anjos do Senhor fomos humildes instrumentos do seu amor e do seu jeito de viver levando a todos aqueles que se cruzaram connosco a verdadeira doçura deste amor.
Fica a certeza de que a Jesus queremos sempre seguir.
 Vera Henriques
Nesta missão encontrei e recebi o amor de Jesus, em cada sorriso, gesto, abraço e palavra de cada um dos idosos e crianças que se cruzaram no meu caminho.
 
Daniela Rego
" Sem dúvida uma experiência única...um verdadeiro encontro com Deus...em cada sorriso, em cada abraço, em cada carinho...Ser missionário é levar o amor de Deus aos outros, é entrega, é doação...mas é dando que se recebe, e a verdade é que vim com o coração cheio, pois recebi muito mais...de todos os utentes e funcionários do lar, de todas a crianças e de todos os jovens que partilharam esta experiência comigo. Posso então dizer que esta missão foi uma verdadeira troca de corações..."
 
 
 Celso Reis
"Albernoa, 2015, julho. Pico do calor alentejano, uma das aldeias mais quentes desta região e, ainda assim, um grupo de jovens é tocado por Deus para realizar missão. Decidem trocar o conforto da sua casa, a comodidade das suas férias em prol dos outros. Jovens dos 15 aos 37 anos colocam uma mochila às costas e abraçam esta missão: cuidar de quem já cuidou dos jovens.
São chamados de velhos; muitas vezes deixados à guarda do lar, outras vezes são depositados como coisas numa arrecadação. Contudo são seres humanos. Pessoas como tantas outras. Em Albernoa, estes jovens abraçaram estes idosos com amor, carinho, compaixão, encanto... Vi a face amorosa de Deus em cada um deles: jovens e idosos. Trocaram histórias, experiências de vida. Nestes dias, estes humanos ainda jovens providenciaram cuidados aos humanos já idosos. Sem repulsa, trocaram abraços, beijos, carinho, amizade e amor. Não houve distinção entre raças ou idades. Apesar do cansaço, apenas vi sorrisos na cara destes jovens. Jesus caminhou junto a todos nós: novos e velhos, jovens e idosos, pessoas e humanos.
 
André Fresco
A sensação de missão cumprida é ter o prazer de recordar todos os sorrisos, gestos, olhares, carinhos recebidos nestes dias e saber que fomos instrumentos de Jesus para alegrar o coração de todos os que se cruzaram connosco. É uma alegria saber que para casa não trago só as malas cheias de roupa, mas que também trago o coração cheio do amor de Deus.
 
Márcia Guerreiro
Foi a minha primeira missão, e foi uma das coisas mais bonitas que já fiz até hoje. 
Esta missão fez nos acreditar que o mundo precisa de nós, da nossa presença, da nossa ajuda, da nossa alegria, de JESUS.. 
Recebemos imensos sorrisos, ver as crianças felizes, ouvir os obrigados dos velhotes simplesmente por pequeninos gestos. 
Esta missão fez me viver e partilhar momentos que nunca pensei que seriam possíveis. 
A alegria está sem duvida no coração de quem já conhece jesus! E é isso que devemos transmitir, que Jesus esta sempre presente, esta sempre connosco.
 Cidália Lourenço
"É dando que se recebe..."
Penso que o resumo desta missão não foi feito por mim, mas sim pela D. Amália (utente do la com 91 anos) que me disse "nunca tinha visto uma coisa tão bonita na minha vida", referindo-se ao terço que rezámos com os utentes e a comunidade.
A D. Amália acrescentou ainda "é assim que deve ser...ajudar quem não pode e ensinar quem não sabe". É mesmo assim que deve ser, é mesmo assim que Jesus quer que seja.
Por tudo isto e muito mais que não é fácil explicar, mas que ficará no meu coração, valeu muito a pena. Recebi muito mais do que aquilo que dei.

Caetana
Esta missão maravilhosa que nos foi confiada através do amor de Jesus, tinha um objectivo muito simples: percorrer em união, o caminho da paz, numa busca incessante da luz do Senhor. Iluminados e discípulos de São Francisco de Assis, começamos a reparar a sua casa , com a força e o apoio dos corações sinceros que encontramos em cada uma das pessoas de Albernoa. Jesus caminha sempre connosco… CONFIEM!


Luís Valente
Esta Missão para mim foi uma surpresa eu fui o que vim de mais longe sem conhecer muito do alentejo, vim da Diocese de Santarém para fazer Missão num local desconhecido onde me senti em casa, mas sempre com uma coisa em mente eu estou aqui por Jesus Cristo. Aprendi com esta Missão a sair de mim mesmo a dar mais de mim proprio e amar o proximo que precisa de mim, deu para conhecer uma realidade bastante diferente da realidade da minha diocese, aqui as pessoas têm sede de Deus foi o que eu senti, mais principalmente nas crianças e nestes idosos do Lar de Albernoa, foram estas pessoas que me ensinaram a dar sem receber algo em troca e tudo o que dei foi Amor, onde pode por os meus dons em ação conheci outro Luís que até então pouco se revelou a mim mesmo senti vontade de voltar para mostrar o Cristo que conheci em Albernoa, fazer da minha vida uma Missão levando sempre este Cristo aos que mais precisam e a amar o Cristo que esta presente nelas. O que levo para a minha diocese é algo muito grande como Amor, Fraternidade, Partilha, União.
Obrigado FISFA e Jovens Shemá

 

quarta-feira, 15 de julho de 2015

  Sorrisos que falam
 
video
 
Semana Shemá 2015